ASSIDUIDADE BIOMÉTRICA NO MUNICÍPIO DE LOUSADA


27/05/2014

Inserido no distrito do Porto e membro da comunidade urbana do Vale do Sousa, o concelho de Lousada destaca-se por possuir uma indústria forte, ligada nomeadamente aos sectores têxtil e agrícola, aqui sobretudo no domínio dos vinhos verdes e laticínios. A par disso, é reconhecido pela dinâmica do seu associativismo desportivo, pela qualidade da sua rede de infraestruturas desportivas, e ainda pela promoção dada à prática de algumas modalidades de desporto, das quais se destacam as motorizadas e o futebol.

Cliente da Milénio 3 desde há longa data, o Município de Lousada decidiu reforçar esta duradoura relação de parceria elegendo, em Março último, a Milénio 3 para garantir o fornecimento de novos terminais para registo de assiduidade dos seus colaboradores. Como requisito o Município impôs que os terminais, para além de biométricos de impressão digital, dispusessem de proteção contra atos de vandalismo.

Para dar resposta ao pretendido, a Milénio 3 forneceu 7 terminais UMV6 em caixa inox anti-vandálica, com sensor capacitivo de impressão digital e capacidade PoE. Com esta rede de novos equipamentos, já a funcionar em pleno, a autarquia estende o registo biométrico para assiduidade à totalidade dos seus 200 colaboradores, distribuídos por vários edifícios do concelho.

Os sistemas de reconhecimento biométrico por impressão digital da Milénio 3 baseiam-se na última tecnologia capacitiva disponível. Nos nossos sistemas, o processo de reconhecimento biométrico baseia-se, não na imagem do dedo em si, mas numa representação digital das minutiae da epiderme do dedo, comummente designada template de impressão digital. Este template traduz a resposta da epiderme ao toque do sensor capacitivo, que é função das variações de tensão que se verificam neste contacto.